Câmara concede licença de 120 dias ao Prefeito de Jaboticabal


Sessão extraordinária é convocada para apreciação em regime de urgência de projeto que concede licença ao prefeito de Jaboticabal.

Os vereadores da Câmara Municipal de Jaboticabal aprovaram na noite dessa quarta-feira (15/08), em sessões extraordinárias, o pedido de licença de 120 dias, feito pelo prefeito municipal José Carlos Hori (PPS), para tratamento de saúde. Quem assume durante o período é o vice-prefeito Vitório De Simoni (PMDB).

O Projeto de Decreto Legislativo nº 38/2018 foi aprovado por unanimidade com efeitos retroativos a 13 de agosto de 2018. De acordo com a Lei Orgânica do Município (Art. 69.), o prefeito não pode se ausentar do Município ou afastar-se do cargo por mais de 15 dias sem licença da Câmara Municipal, sob pena de perda do cargo. A Lei Orgânica também prevê (Art. 70, II) que, em caso de doença devidamente comprovada, o prefeito pode se licenciar.

Por meio de sua rede social no Facebook, o prefeito publicou um vídeo no dia 10 de agosto adiantando a questão que o levou a pedir o afastamento. “No final, em dezembro de 2017 tive um problema no meu ouvido direito. Fiquei surdo, conhecido na medicina como súbita surdez... Fiz um tratamento muito rígido, com medicamentos muito fortes. Tive efeitos colaterais... a parte neurológica foi um pouco afetada. Também perdi um pouquinho já do meu ouvido esquerdo. E é nesse momento que eu preciso ser cuidado...”, disse Hori. O vice-prefeito, Vitório De Simoni (PMDB), substitui o prefeito durante o período.

Ana Paula Junqueira
Assessoria de Comunicação
(16) 3209-9478