Câmara de Jaboticabal se prepara para oferecer interpretação de LIBRAS nas sessões


Legislativo convoca segundo colocado ao cargo de Assistente de Serviços de Comunicação para implantação de LIBRAS nas sessões.

A Câmara Municipal de Jaboticabal se prepara para oferecer a interpretação simultânea da Língua Brasileira de Sinais (LIBRAS) nas sessões plenárias. A previsão é de que em 2018 os eventos da Casa de Leis já contem com a tradução de LIBRAS. No último sábado (11/11) foi publicado no jornal A Gazeta, veículo oficial da Câmara, o Ato de Convocação de mais um candidato aprovado no concurso público, promovido pelo Legislativo em 2015, para o cargo de Assistente de Serviços de Comunicação, que deverá ser responsável pela sinalização simultânea nas sessões, além de desempenhar outras atribuições do cargo.

De acordo com o Censo 2010 do IBGE, Jaboticabal registrava 3625 pessoas com algum tipo de deficiência auditiva, sendo 105 pessoas com total ausência da audição. No Legislativo jaboticabalense, a oferta da tradução de LIBRAS faz parte da reestruturação administrativa que começou em 2015. Segundo o Chefe do Legislativo, Dr. Edu Fenerich (PPS), oferecer LIBRAS é mais do que uma ato de inclusão, é permitir ao surdo a possibilidade de exercer o seu papel de cidadão ao ter acesso ao conteúdo do que é exposto nas sessões. “Quando abrimos o concurso público em 2015, já colocamos no arcabouço das atribuições do cargo de Assistente de Serviços Comunicação, a formação em LIBRAS, prevendo nossa expansão dos serviços prestados aos jaboticabalenses de modo a garantir o direito desse público”, disse Fenerich.

A Câmara já oferece o serviço de interpretação de LIBRAS, nas visitações da Casa, desde fevereiro de 2016, quando o Assistente de Serviços de Comunicação, Bruno Vinícius, assumiu o cargo. Porém, para que a tradução simultânea nas sessões seja uma realidade, a Casa está se estruturando para a prestação do novo serviço.

“Estamos fazendo o levantamento técnico de tudo o que é preciso, em termos de equipamentos, para podermos oferecer esse serviço de tradução simultânea aos moldes do que é feito em outras Casas Legislativas, como na Assembleia do Estado de São Paulo. Isso porque é necessário, no mínimo, uma câmera dedicada ao tradutor, placa de captura instalada no computador para a transmissão da imagem, entre outros recursos técnicos que possibilite esse serviço. Além, claro, do profissional para a tradução. Por isso, o presidente determinou a convocação de mais um assistente, já que hoje, nas transmissões da WEBTV, o servidor da comunicação é responsável pela operação da câmera filmadora na sessão e não tem como, ao mesmo tempo, fazer a tradução simultânea”, explicou o diretor Administrativo da Casa, Odair Casari.

A expectativa é de que no primeiro semestre de 2018, a janela de LIBRAS já esteja disponível na tela do vídeo da sessão simultaneamente. Para agendar uma visitação guiada à Câmara Municipal, para grupo de surdos, basta ligar (16) 3209-9477, enviar e-mail para Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. ou marcar pessoalmente na Secretaria do Legislativo. Caso o grupo necessite do intérprete, é necessário avisar no momento da marcação da visita.

Ana Paula Junqueira
Assessoria de Comunicação
(16) 3209-9478