“Município VerdeAzul” é apresentado aos vereadores da Câmara Municipal de Jaboticabal


Representantes do Poder Executivo fazem palestra de apresentação do programa estadual "Município VerdeAzul", do qual Jaboticabal faz parte, aos vereadores.

Representantes do Poder Executivo Municipal se reuniram nessa segunda-feira (21/08) com vereadores da Câmara de Jaboticabal para apresentar o programa estadual “Município VerdeAzul” (PMVA). De olho nos recursos do Fundo Estadual de Controle da Poluição (FECOP), o objetivo da Administração é alavancar a pontuação jaboticabalense no programa com o apoio dos parlamentares e da população.

Não é à toa! Segundo o engenheiro agrônomo da Prefeitura Municipal, Maurício José Borges (o China), escolhido em junho deste ano como o interlocutor do município no projeto, o FECOP possui em torno de R$ 20 milhões de recursos para serem distribuídos, como premiação, aos municípios que se certificarem e conquistarem as melhores colocações no ranking do PMVA em 2017.


Interlocutor de Jaboticabal no programa, China, apresenta palestra sobre o PMVA.

Mas a tarefa não será nada fácil. Uma série de regras e critérios deverá ser seguida à risca caso o município queira melhorar sua colocação. Dos 644 municípios listados no ranking de 2016, Jaboticabal ficou na 77º posição, com a nota 80,06. A primeira colocação foi ocupada por Novo Horizonte, com nota 98,69, seguido por Botucatu (98,11) e Jundiaí (97,45). Apesar do resultado jaboticabalense ter sido positivo, o secretário municipal interino de Agricultura, Abastecimento e Meio Ambiente de Jaboticabal, José Carlos Abreu, tem uma meta ainda mais ambiciosa: colocar Jaboticabal no top 10 nos próximos anos.

Para isso, escalou China como interlocutor, com Ricardo Miciano na suplência, e conta com o apoio das Secretarias do Governo Hori, dos vereadores, da sociedade civil e de toda a comunidade jaboticabalense. “É necessária essa interlocução com os Poderes e sociedade para sermos classificados e termos uma nota no município. Em maio tivemos uma avaliação, e Jaboticabal não conseguiu nem pontuar, porque o trabalho não havia sido retomado. Agora vamos tentar alguma pontuação”, disse Abreu.

Ao todo, 10 itens são considerados na avaliação: Município Sustentável (MS); Estrutura e Educação Ambiental (EEA); Conselho Ambiental (CA); Biodiversidade (BIO); Gestão das Águas (GA); Qualidade do Ar (QA); Uso do Solo (US); Arborização Urbana (AU); Esgoto Tratado (ET); e Resíduos Sólidos (RS). O município tem até o dia 9 de outubro para encaminhar as diretivas que foram realizadas para o cálculo das pontuações.


Vereadores e representantes do Poder Executivo após palestra de apresentação do programa "Município VerdeAzul", do qual Jaboticabal faz parte.

O PROGRAMA – O PMVA foi lançado pelo Governo do Estado de São Paulo em 2007 para estimular e auxiliar as prefeituras paulistas na elaboração e execução de suas políticas públicas estratégicas para o desenvolvimento sustentável do estado. A participação do município no programa também é um dos critérios de avaliação para a liberação de recursos do FECOP. Ao final de cada ciclo anual, é publicado um ranking. Jaboticabal participa efetivamente do programa desde 2009.

A galeria de fotos completa está disponível na página da Câmara no Facebook.

Ana Paula Junqueira
Assessoria de Imprensa
(16) 3209-9478