Projeto que concede cidadania jaboticabalense ao Pastor Daniel de Oliveira é aprovado na Câmara


Parlamentares durante a Ordem do Dia.

Os vereadores da Câmara Municipal de Jaboticabal aprovaram por unanimidade os dois projetos previstos originalmente na pauta de votação da sessão ordinária dessa segunda-feira (21/08).

O Projeto de Decreto Legislativo nº 17/2017, de autoria do vereador Samuel Cunha (PSDB), outorga Título de Cidadão Jaboticabalense ao Pastor Daniel José de Oliveira. De acordo com o autor da proposta, Oliveira nasceu em Adamantina (SP) em 5 de janeiro de 1956 e iniciou sua trajetória ministerial ainda jovem, com pouco mais de 20 anos, tornando-se Ministro do Evangelho. O pastor é co-fundador da Igreja do Evangelho Quadrangular, em Jaboticabal, onde pastoreou ao lado de Fidelcina Oliveira Clarindo de 1977 a 1984. Desde então desempenha seu trabalho de evangelização voltando-se para a “restauração de famílias desestruturadas, recuperação de dependentes químicos e forte formação cristã”, conforme apresenta a exposição de motivos da matéria.

Os vereadores também aprovaram por unanimidade o Projeto de Lei 48/2017, que autoriza a Empresa Municipal de Urbanização de Jaboticabal (EMURJA) a alienar imóvel dado em concessão de Direito Real de Uso, no Jardim Petrassi, a Marcelo Aparecido Rocha da Silva e Patricia Valeria Rocha da Silva.

A Ordem do Dia teve ainda a inclusão da proposta orçamentária da Câmara Municipal para 2018. O documento, que elenca as dotações orçamentárias do Poder Legislativo e deve ser elaborado por Ato da Mesa (Regimento Interno, Art. 17, IV, a), foi aprovado por unanimidade e segue para o Poder Executivo, para a inserção na peça do projeto da Lei de Diretrizes Orçamentária (LDO). A proposta prevê o total geral do orçamento de R$ 10.619.351,00. A Prefeitura Municipal faz audiência pública para a discussão da LDO na próxima terça-feira (29/08), na Câmara Municipal, às 9h00.


Munícipe Benedito da Silva ocupa Tribuna Livre para falar sobre limpeza pública e esporte.

TRIBUNA LIVRE – Benedito Ferreira da Silva morador de Jaboticabal há 60 anos e praticante de Malha, utilizou a Tribuna para falar sobre a importância da limpeza pública e do esporte. Silva contou sobre o seu trabalho empenhado na limpeza e no plantio de 40 mudas de árvores frutíferas na cidade e da sua luta para conseguir treinar e participar de campeonatos estaduais de Malha. “Com ajuda de amigos, carpinei, limpei, plantei minhas árvores. Na limpeza já fiz o que tinha que fazer. Vou passar veneno, vou deixar bonito”, disse Silva. Quanto ao esporte, uma de suas reivindicações foi pela manutenção de locais para a prática da Malha na cidade. “Tinha um contrato na Unesp, que a gente batia malha lá, foi cancelado. Não estamos jogando mais. O esporte amador não pode acabar, gente”, clamou Silva, que pediu apoio aos vereadores.

A íntegra da sessão está disponível na WEBTV da Câmara. A próxima sessão ordinária será no dia 04 de setembro.

Ana Paula Junqueira
Assessoria de Imprensa
(16) 3209-9478