Assessores da Câmara de Jaboticabal recebem treinamento funcional


Diretor do departamento Técnico Legislativo, Luiz Carlos dos Santos, aborda assuntos sobre técnica legislativa.

A sexta-feira (27/01) foi de treinamento para os funcionários da Câmara Municipal de Jaboticabal. Com a eleição de novos vereadores que ocupam pela primeira vez o cargo na Câmara, grande parte dos assessores também são novatos e encaram, desde a segunda quinzena de janeiro, a missão de desenvolver atividades legislativas e, ao mesmo tempo, atender a população que procura pelos parlamentares.

Para garantir o correto funcionamento da Casa, conforme dita a legislação e órgãos como o Tribunal de Contas, bem como assegurar um atendimento eficiente à população, os assessores puderam conhecer os departamentos da Casa (Administração; Contábil e Financeiro; Técnico Legislativo e Jurídico), apresentados por seus respectivos diretores, tirar dúvidas, além de aprender sobre o sistema Alfa, ferramenta de cadastro de texto legislativo, como moções, requerimentos, indicações e projetos de lei da Câmara de Jaboticabal.


Diretor de Administração, Odair Casari, fala sobre os procedimentos administrativos da Casa.

“Como muitos entraram agora, e nunca trabalharam no Poder Legislativo Municipal, é necessário que eles aprendam a realizar as atividades relacionadas ao cargo. Mas para isso, eles têm que saber a qual departamento recorrer, como fazer a prestação de contas do parlamentar, o que é direito e o que é dever, como se faz a formatação correta para um projeto de lei, entre outros. Por isso fizemos esse dia de treinamento, que é uma introdução do que eles vão enfrentar no exercício da função”, explica o Diretor Administrativo, Odair Casari.


Diretora do departamento Contábil e Financeiro, Maria Paula Thomaz Kawachi, explica sobre a prestação de contas e demais temas relativos à área.

Pela primeira vez como assessora de gabinete, Flávia Talita Canhoto, acredita que o treinamento contribui para dar mais segurança na produção diária das atividades, além de revelar também um pouco do tamanho da responsabilidade do cargo. “O conhecimento só vem com estudo e prática. Diferentemente do que muitos pensam: que ser funcionário da Câmara é fácil, que não precisa fazer nada..., estar aqui é um desafio em todos os sentidos. Além de atendermos as pessoas que procuram os vereadores, temos que preparar documentos, textos, protocolar nos departamentos corretos da Câmara. Se não soubermos fazer, não podemos atender nem as pessoas, nem os vereadores, ou seja, o trabalho não funciona. Foi muito proveitoso”, avalia a assessora.

Assessor de Gabinete – Cada vereador pode ter, no máximo, dois assessores de gabinete, dos quais têm o dever de prestar atendimento ao público, informando sobre processos e outros assuntos relacionados com seu trabalho; acompanhar a Ordem do Dia para conhecimento e divulgação; controlar a agenda de compromissos do gabinete do vereador, marcando e cancelando compromissos; gerar juntamente com os vereadores o expediente e assuntos diários de seus gabinetes; executar tarefas de assessoramento aos vereadores e as Comissões Permanentes, nas questões legislativas e administrativas da Câmara; receber, estudar, estabelecer e apresentar sugestões ao expediente do gabinete do vereador; acompanhar o andamento de processos de interesse dos vereadores, acompanhando junto às demais unidades do Legislativo; manter os vereadores informados sobre notícias, controles de prazos de processos do Legislativo referentes a requerimentos, informações, indicações e apreciações dos projetos pela Câmara Municipal; preparar material relativo às reuniões, visitas, palestras e conferências que os Vereadores devam comparecer; entre outros; conforme manda a Lei nº 4677/2015 (Estrutura e o Quadro de Servidores do Poder Legislativo Municipal).

Ana Paula Junqueira
Assessora de Imprensa
(16) 3209-9478