Histórico

 A data de fundação de Jaboticabal só foi oficializada, a partir de 1928. Mas mesmo antes de 1928, o 16 de julho sempre foi comemorado em Jaboticabal, por ser dia da padroeira da cidade.
Em 1848, vinte anos depois de sua fundação, é criado o distrito de Paz de Jaboticabal.

Em 1857, o distrito é elevado à categoria de freguesia e, em 1867, torna-se Vila, com direito à administração própria.
Mas, só um ano depois, em 1868, é instalada a Câmara Municipal. Seu primeiro presidente foi Manoel Martins Fontes, e o primeiro prefeito de Jaboticabal, escolhido por ela, foi João Nepomuceno Rosa. (Procurador)
Naquela época, a principal figura política do município não era nem o prefeito nem o presidente da Câmara: era o chefe-político.
O primeiro chefe-político de Jaboticabal foi o Coronel (da Guarda Nacional) José Manoel Vaz de Sampaio, mas conhecido por Cel. Juca Vaz.

O segundo e último chefe-político de Jaboticabal foi o Major Novaes, João Batista Novaes. Na verdade, na interpretação da própria família Vaz, quem derrubou o Cel. Vaz foi o Coronel Juca Quito, que deveria ser o seu sucessor. Mas, já doente, Juca Quito - o rico e tranqüilo fazendeiro José Augusto de Oliveira - Indicou seu cunhado João Batista Novaes, bem mais novo do que ele, para comandar a política do Partido Republicano Paulista, de Jaboticabal. O Major Novaes comandou com serenidade a política jaboticabalense, de 1910 até 1930, quando se deu a queda da velha república.

Jaboticabal, não sei bem se por causa da flor ou das moças bonitas, é conhecida como "Cidade das Rosas".

Endereços das instalações da Câmara Municipal de Jaboticabal.
- Praça Jorge Tibiriçá - CIAF Centro
- Praça Joaquim Batista - Biblioteca
- Rua Juca Quito
- Avenida General Osório - Esquina Catedral
- Rua 24 de Maio - Promoção Social
- Praça 9 de Julho - Caixa
- Barão do Rio Branco, 765